Primeiro campeão Brasileiro: relembre o título de 71 do Galo

Primeiro campeão Brasileiro: relembre o título de 71 do Galo

O primeiro Campeonato Brasileiro foi disputado em 1971, um ano após a grande conquista do tricampeonato mundial pela Seleção Brasileira, com o nosso futebol em uma fase excepcional, com jogadores de nível incomparável jogando por aqui. Nesse ano, a CBD aprimorou o Torneio Roberto Gomes Pedrosa, ou Robertão — uma ampliação do Torneio Rio-São Paulo que teve apenas 4 edições —, e organizou a primeira competição nacional em formato de liga com o nome de Campeonato Brasileiro, fundando as bases daquele que seguiu como o principal campeonato de clubes do Brasil.

O campeão Brasileiro do ano de 71 foi o Clube Atlético Mineiro comandado por ninguém menos que Telê Santana. Com uma grande campanha e os muitos gols do lendário Dadá Maravilha, o Galo superou outros 19 clubes do país inteiro para levantar o caneco, um dos mais importantes de sua gloriosa história.

Quer relembrar o título de 71 do Galo? Acompanhe com a gente a história do primeiro campeão brasileiro a seguir!

O futebol Brasileiro na década de 70

Com o título da Copa do Mundo no México, em 1970, o futebol brasileiro não só ganhou o direito de manter a taça Jules Rimet em definitivo, como também se consolidou como a maior potência mundial no esporte. Os outros corriam atrás, como fizeram (e muito bem), Holanda, Alemanha, Argentina, entre outros, nos anos seguintes.

Numa época em que o futebol ainda não era tão globalizado e não era um negócio tão rentável, era comum que os jogadores jogassem a vida toda no seu país de origem, muitas vezes defendendo um só clube. Dessa forma, era bastante comum, assim como já na década anterior, unir os nomes de clubes e craques em um só: Santos de Pelé, Botafogo de Jairzinho, Corinthians de Rivellino, Atlético de Dario e Cruzeiro de Dirceu Lopes são alguns exemplos. Com um cenário de tamanha força, estabeleceu-se o equilíbrio que permanece até os dias de hoje no futebol Brasileiro.

Em nenhum outro lugar do mundo são tantos candidatos ao título ao início das competições nacionais. Ainda assim Já na década de 70, foram campeões Brasileiros seis clubes diferentes, sendo o Clube Atlético Mineiro o primeiro a receber esse título. Antes disso, foram criados torneios como a Taça Brasil, o Roberto Gomes Pedrosa e a Taça de Prata, em formatos distintos e com a função inicial de indicar representantes para competições internacionais, cujos títulos até vieram a ser reconhecidos em 2010 como equiparados aos seguintes, desde que o campeonato Brasileiro de fato fora instituído.

A campanha do Galo, primeiro Campeão Brasileiro

O campeonato foi dividido em três fases: na primeira, os 20 times foram divididos em 2 grupos e jogaram um primeio turno contra as equipes de seu grupo e um segundo contra as do outro. O Galo ficou atrás apenas do Grêmio no grupo B e se classificou sem sustos.

Na segunda fase, 12 clubes foram divididos em 2 grupos. O Galo enfrentou em turno e returno os fortíssimos times de Internacional, Vasco da Gama e Santos e, graças à melhor campanha entre eles, avançou para o triangular final.

Botafogo e São Paulo eram os adversários finais. Um jogo contra cada e o título seria decidido. Na primeira partida, contra o São Paulo no Mineirão, Oldair marcou aos 30 minutos do segundo tempo e garantiu a vitória para o Galo. Derrotados, os paulistas receberam os cariocas em casa e os derrotaram por 4×1.

O Time da final

Renato; Humberto Monteiro, Grapete, Vantuir e Oldair; Vanderlei e Humberto Ramos; Ronaldo, Lola (Spencer), Dario e Tião.

Para o Galo um empate contra o Botafogo no Maracanã já garantiria o título, mas Dario, o “Peito de Aço”, o “Dadá Maravilha”, parava no ar como só ele, um beija-flor e um helicóptero podiam fazer. Após um cruzamento de Humberto Ramos, que viria a ser treinador do Galo anos depois, ele subiu mais alto que a zaga botafoguense e mandou uma cabeçada certeira na etapa complementar, abrindo o placar e entrando para a história com aquele que foi o gol do título de 71.

Artilheiro da edição de 71, Dario também foi o maior goleador do campeonato de 72, ainda pelo Galo. Nos anos seguintes, sem Dadá, o time continuou forte, se renovou, virou o Galo de Reinaldo, João Leite, Paulo Isidoro, Cerezo, Éder. Bateu na trave muitas vezes, fazendo sempre grandes campanhas e, não por acaso, liderou durante quase todo o tempo em que existiu o ranking da CBF, que media o desempenho dos clubes no Brasileirão no formato anterior aos pontos corridos desde esse ano tão importante para a história de um dos maiores clubes do Brasil.

Curtiu relembrar o título de 71 do Galo? Tem algum relato sobre o primeiro campeão brasileiro pra compartilhar? Mesmo se você não for o mítico contador de histórias Dadá Maravilha, deixe seu comentário aqui pra gente!

cta_finalpost_atletico

Curtiu o texto?

Faça seu cadastro e receba tudo por email!

Facebook Google Twitter Youtube LinkedIn Blog da MRV Flickr Instagram Slideshare Mapas MRV
X Cadastre-se Faça seu cadastro e receba nossas novidades.