Bauru Basket: conheça a história do time

Um dos maiores futebolistas de todos os tempos, Pelé, começou a dar seus primeiros passos no futebol em Bauru — cidade do interior paulista. Curiosamente, nenhum local do Brasil se tornaria tão ligado a outro esporte coletivo: o basquete.

Fundado há mais de 20 anos, o Bauru Basket se tornaria um grande ícone do jogo no cenário nacional durante o século XXI.

Com conquistas relevantes também no âmbito internacional, a equipe é imensamente prestigiada pelos moradores do município, que lotam o Ginásio Panela de Pressão (o Panelão) em todos os jogos.

O início meteórico

O Dragão da Sem Limites, como também é conhecido, deu seus primeiros passos em 1994. Foi naquele ano que a empresa de materiais escolares Tilibra fez uma parceria com o Luso, um tradicional clube poliesportivo local.

A princípio, apenas as categorias de base disputavam campeonatos oficiais. Em 1996, já com um categoria formada por adultos, viria o título da Série A-2 do Campeonato Paulista de Basquete.

Três anos depois, em 1999, a primeira conquista expressiva seria na divisão principal do Paulista contra o Franca.

Sob o nome de Tilibra-Copimax, por motivos de patrocínio, o esquadrão comandado pelo técnico Guerrinha e pelo armador Maury já dava indícios de uma trajetória repleta de glórias.

O Bauru Basket domina o país

Após se firmar em seu próprio estado, não demoraria muito para que o time subisse degraus maiores em sua história.

Depois de campanhas medianas, a consagração chegaria em 2002 ao erguer seu primeiro troféu de Campeão Brasileiro de Basquete.

Em um jogo disputadíssimo, os bauruenses conseguiram uma vitória apertada, fazendo 77 a 69 em jogo contra o Uniara de Araraquara. A partida encerraria a série de “melhor-de-cinco” por 3 a 0.

Ainda com o ex-armador Jorge Guerra no comando técnico, jogadores experientes e jovens promissores compunham o elenco vencedor.

Nomes importantíssimos como Leandrinho e Marcus Vinicius — figuras frequentes na Seleção Brasileira e com passagens pela NBA — saíram de lá.

Sem conseguir repetir os feitos de outrora, o Bauru Basket não obteve mais o apoio de patrocinadores e teve que encerrar suas atividades em 2006.

O renascimento

Em setembro de 2007 veio a refundação sob a denominação de Associação Bauru Basketball Team.

Cerca de dois anos depois o clube ajudaria a fundar o Novo Basquete Brasil junto à LNB e aos outros associados da Liga.

O gosto da glória só voltaria em 2013, com o bicampeonato paulista conquistado sobre o Paulistano.

O terceiro título estadual chegaria pouco tempo depois, na temporada 2014/15, assim como a Liga das Américas, a Liga Sul-americana e os Jogos Abertos do Interior.

O incrível desempenho levaria o Dragão a jogar alguns amistosos nos Estados Unidos contra equipes locais.

O auge nacional chegaria pela segunda vez no NBB de 2016/17. Mesmo perdendo a série por 2 a 0 para o Paulistano, o Bauru Basket encontrou fôlego e inspiração para vencer as outras três partidas e reafirmar sua enorme importância para o basquete brasileiro.

Gostou de saber um pouco mais sobre a história do Bauru Basket? Então compartilhe este post nas redes sociais!

Curtiu o texto?

Faça seu cadastro e receba tudo por email!

Facebook Google Twitter Youtube LinkedIn Blog da MRV Flickr Instagram Slideshare Mapas MRV
X Cadastre-se Faça seu cadastro e receba nossas novidades.